10 coisas que ninguém faz melhor que o Brasil

Se você acha que o que primeiro vem à mente dos estrangeiros quando eles pensam no Brasil é o batuque do samba, as belas praias e a floresta amazônica, você está certo. Mas a maioria sabe também que o Brasil tem muito mais a oferecer. Os turistas não vêm a um país enorme como o nosso só para pegar uma cor. Eles sabem também que o Brasil prima pelos contrastes: ricos e pobres, praia e floresta, amor e violência, sal e açúcar. Além, porém, desses lugares comuns, existem (pelo menos) 10 coisas que ninguém faz melhor que o Brasil. Confira e reserve logo a sua cobertura de luxo no Rio!

10. Faça uma pausa, faça um lanche!

Ninguém fica entediado quando se trata de comida de rua no Brasil. Para os gringos, a única coisa mais difícil do que escolher qual delícia experimentar primeiro é decorar seus nomes complicados. Do bolinho de bacalhau ao queijo coalho nordestino, e da versátil tapioca (tão na moda ultimamente) à preferência nacional, o pão de queijo, todos os quitutes se conseguem facilmente e são altamente viciantes. E não há nada melhor do que combinar um desses com um chope estupidamente gelado. Doces como açaí, brigadeiro, doce de leite e Romeu e Julieta conquistam mentes e corações e são mais do que imperdíveis.

9. Mistura religiosa

Uma das características mais singulares do Brasil é o caldeirão de diferentes religiões e culturas, dentre as quais se incluem os índios, os colonizadores portugueses e os africanos, escravizados por séculos. Mas, ao contrário do que ocorreu na maior parte do continente americano, uma fusão entre essas crenças emergiu, sendo a mistura mais importante a observada entre o Catolicismo e os africanos Candomblé e Umbanda. Alguns dos locais que guardam esse patrimônio ainda sobrevivem, como a Pedra do Sal no Rio de Janeiro, uma grande rocha em torno da qual um grupo de negros forros fundou uma comunidade. Esse ainda é um espaço de resistência, onde atualmente uma das rodas de samba mais famosas do Rio acontece.

10 coisas que ninguém faz melhor que o Brasil

8. Abraços e beijinhos e carinhos sem ter fim

Não importa muito se nós nunca vimos a pessoa, com exceção de ocasiões extremamente formais nós sempre cumprimentamos todo o mundo com um beijinho (dois no Rio e até mesmo três em Minas). Os homens se cumprimentam com uma mistura de abraço e aperto de mão, mas o contato entre mulheres e entre homens e mulheres é o mais afável possível. Conversar tocando (especialmente o ombro do outro) é mais um de nossos hábitos mais arraigados: aos estrangeiros só resta abandonar o conceito de “bolha pessoal” e abraçar toda a nossa informalidade.

7. Frutas

Eles podem já estar acostumados à moda do açaí, mas provavelmente não sabem (pasmem) que a castanha de caju vem da fruta de mesmo nome e nunca ouviram falar em pitanga, mangaba, jabuticaba, jenipapo e cupuaçu. Quantos de nós já provaram todas essas afinal? O melhor modo de aproveitar isso ao máximo é experimentar uma das inúmeras e deliciosas casas de suco, presentes em praticamente cada esquina do Rio e de outras grandes cidades do Brasil.

10 coisas que ninguém faz melhor que o Brasil

6. Otimismo

Essa característica bem abstrata tinha que aparecer na nossa lista das 10 coisas que ninguém faz melhor que o Brasil porque, para os estrangeiros, é impressionante o modo como nós conseguimos ver o lado bom de tudo o que não conseguimos resolver com o polêmico “jeitinho”. Tudo isso apesar de quão difícil é o dia a dia de muitos brasileiros, num país que ainda luta para melhorar os serviços públicos e para reduzir as grandes desigualdades sociais. Um churrasco com cerveja e música alegre também pode fazer milagres nesse caso.

5. Vida na praia

O Brasil não seria o Brasil sem as nossas belas praias: são 7.491km de litoral para ser mais preciso. Com muitas das nossas grandes cidades situadas na beira da praia, não havia outra escolha senão tornar esta o epicentro da nossa vida social por excelência, o que já é suficiente para constar na nossa lista de 10 coisas que ninguém faz melhor que o Brasil. Cada região do país tem a sua própria “cultura praiana”, dos restaurantes cinco estrelas praticamente dentro d’água no Nordeste, passando pela prática de esportes no Rio de Janeiro (em cujas areias, bem na praia de Copacabana, foram inventados o frescobol e o futevôlei), até chegar às festas “pós-praia” de Florianópolis. Mas o que todas têm em comum é aproveitar ao máximo o fato de viver perto da praia.

10 coisas que ninguém faz melhor que o Brasil

4. Curtir a noite na rua

Na maioria dos casos, não convidamos alguém para a nossa casa; levamos para a rua. Nossa maneira peculiar de socializar – gesticulando generosamente, falando alto e observando sem pudor as pessoas que passam com uma cerveja geladinha como melhor amiga –, é muito mais bem aproveitado na rua, como aliás as noites abafadas durante boa parte do ano. E na rua aqui significa quase literalmente isso, porque a maioria dos bares coloca mesas e cadeiras bem avançadas na calçada. Não há nada como uma daquelas imensas reuniões de amigos que vão ficando maiores e mais alegres à medida que a noite vai passando.

3. Natureza exuberante

Quem nunca ouviu falar na lendária Floresta Amazônica só pode estar vivendo numa ilha deserta. Mas para os estrangeiros que acham que esse é o nosso único ecossistema, descobrir que temos tantos outros espalhados pelo nosso imenso território é uma surpresa e tanto. Do Cerrado ao Pantanal no Centro-Oeste, da Caatinga no Nordeste aos Pampas no Sul, passando pelos mangues ao longo de quase todo o litoral, possuímos uma biodiversidade sem igual e portanto nos classificamos como um dos 17 países “megadiversos”. Isso nos torna um destino privilegiado para os amantes do ecoturismo. Cada um dos nossos biomas possui suas próprias belezas que todos adoram descobrir. Joias como as Cataratas do Iguaçu, a gruta de Bonito e os Lençóis Maranhenses são absolutamente imperdíveis.

10 coisas que ninguém faz melhor que o Brasil

2. Acolher os estrangeiros

Nós brasileiros temos uma curiosidade enorme sobre tudo o que vem de fora, e o melhor jeito que encontramos para expressar isso é conversar o máximo possível com visitantes estrangeiros. Perguntamos muito sobre o país de origem deles e principalmente sobre as impressões deles acerca do Brasil. Mesmo sem falar inglês, fazemos nosso melhor para que eles se sintam em casa e ponham um sorriso no rosto (citar nomes de jogadores do país em questão sempre funciona). Nosso orgulho nacional tão dependente do olhar estrangeiro tem um papel especial nessa relação, mas não podemos negar que o nosso jeitinho simpático e extrovertido faz a sua parte.

1. Música e dança

Graças mais uma vez à nossa história multicultural, a música dita o ritmo da vida no Brasil. Quando a percussão africana encontrou a língua europeia – amaciada pouco a pouco pelos diferentes povos que a falavam – surgiu uma musicalidade altamente envolvente e sensual. Mas, para a surpresa de muitos, isso não se resume ao samba e a seu derivado sofisticado, a Bossa Nova. Lambada, baião, forró, frevo, maracatu e funk são só alguns dos gêneros que tornam o Brasil tão rico musicalmente. O Carnaval, festejado de maneiras tão distintas em cada canto do país, traz quase todos eles para cima do palco: essa é portanto a ocasião perfeita para apreciá-los melhor.

10 coisas que ninguém faz melhor que o Brasil

Partilhe este artigo!